BUILDING BRANDS, CREATING NEWS

Homenagen a Sergio Rodrigues na mostra Brazil S.A. em Milão

24.Abril

Seis décadas de Sergio Rodrigues estão lá, da Potrona Mole (1957), passando pela cadeira Tajá (1978) à cadeira Diz (2001).Sergio Rodrigues soube transformar suas inquietações numa obra coerente e reveladora da cultura brasileira. Sergio é, sem dúvida alguma, uma das mais admiráveis expressões do design em nosso país. O traço coerente e único inscreveu seu nome na história do design do século 20, sobretudo pela criação de uma grande variedade de produtos, dos quais o mais famoso é a Poltrona Mole.

Ao lado de mestres como Joaquim Tenreiro e José Zanine Caldas, Sergio vem tornando o design brasileiro conhecido internacionalmente. Enquanto Tenreiro, com seus móveis sóbrios, foi o precursor na busca de um novo estilo, Zanine arrancou da madeira todo seu potencial expressivo e Sergio Rodrigues desenvolveu uma ampla experiência de produção, procurando pensar o Brasil pelo design. Ele transformou totalmente a linguagem do móvel, foi generoso no traço e no emprego das madeiras nativas e, como bem afirmou Lucio Costa, com a criação da Oca, integrou a ambientação de interior no movimento de renovação de nossa arquitetura.

 

Fonte: Revista Casa e Jardim, sites designbrasil.org.br, sergiorodrigues.com.br e www.brazilsa.com.br